Estreia amanhã o novo Repórter Record

Jornalista Roberto Cabrini vai comandar o programa ""Repórter Record Especial"

PAULA CARVALHO
Colaboração para a Folha Online

O jornalista Roberto Cabrini volta ao ar neste domingo, dia 19, às 22h, no comando do novo “Repórter Record Especial”.

Será um programa de longas reportagens investigativas. Para a edição de estreia, o tema é a rota do tráfico de mulheres do Brasil para o Suriname.

“Abomino o sensacionalismo. Procuramos exibir uma reportagem de forma atraente para não ficar enfadonho”, explicou o jornalista. “É preciso fazer uma coisa interessante, mantendo uma ética.”

Para Cabrini, o jornalismo investigativo precisa mostrar os vários ângulos de um fato. “O meu objetivo é causar reflexão, melhorar a vida de uma pessoa”, continuou.

Para observar todos os ângulos, segundo o jornalista, é necessário correr riscos, que levam a pressões e ameaças.

“Jamais pensei em desistir. Pelo contrário. Quanto mais pressão eu tenho, mais eu quero ficar. Sou teimoso”, diz Cabrini, que tem quase 30 anos de carreira e foi correspondente internacional da Globo.

Operário da notícia

O horário do “Repórter Record Especial” vai coincidir com o “Fantástico”, na Globo. A atração da Record vai disputar pela audiência das noites de domingo.

Mas Cabrini diz que os índices do Ibope não o preocupam. “Audiência é uma consequência. Não posso pensar nisso para não perder o foco”, disse. “Sou apenas um operário da notícia.”

Retaliação

Com relação à sua prisão em 15 de abril do ano passado, sob acusação de portar drogas em uma favela de São Paulo, o jornalista se defende: “Foi uma retaliação a uma reportagem que havia sido veiculada”.

“Em primeiro lugar, não estou sendo processado, estão investigando o caso ainda”, declarou o jornalista, que acrescentou que essa “armação” foi uma maneira encontrada para intimidá-lo.

Anúncios

Uma resposta para “Estreia amanhã o novo Repórter Record

  1. Tal intimidação não teve efeito pelo que nos parece. Algo estranho foi a isenção da Folha nesta entrevista. Cadê as críticas? Medo do rolo compressor Record? A Folha parece estar se colocando em seu devido lugar: divulgadora de notícias sem parcialidade. Ainda é pouco! Precisa se retratar publicamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s