Dirigentes criticam postura da Globo sobre marketing esportivo

A postura da Rede Globo de não citar o nome dos patrocinadores das equipes envolvidas nas partidas transmitidas, foi pauta também do Fórum Sobre a Copa do Mundo realizado pela Escola Superior de Marketing e Propaganda, em São Paulo. As informações são da Máquina do Esporte, por Gustavo Franceschini

“Eles falam que é uma espécie de merchandising, mas a gente sabe que isso é um absurdo. Na realidade, os clubes precisam se organizar e cobrar da Globo. ‘Você quer cobrar os direitos do Brasileiro? Vai ter de falar o nome dos patrocinadores’”. Quem soltou essa foi Mauro Holzmann, ex-diretor de marketing do Atlético Paranaense e do Clube dos 13 e atual diretor da Traffic Sport para arenas esportivas.

Quem também criticou a emissora foram Vicente Criscio, diretor de planejamento do Palmeiras, e Robert Alvares Fernandes, pesquisador de marketing aplicado ao esporte da ESPM.

No mesmo encontro, antes das queixas, o diretor da Globo Esporte, Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esporte, já tinha falado a respeito: “Tem dois aspectos, o comercial e o editorial. A Globo vende espaço em sua grade e espaços de merchandising, e se eu falar o nome do patrocinador no ar eu estou oferecendo o produto sem cobrar. Além disso, o nosso jornalismo tem a política de não falar marcas para se manter isento”, disse o executivo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s