Espionagem volta a rondar Globo e Record

https://i0.wp.com/2.bp.blogspot.com/_Hct3kMvnSGc/Sf8_gbnbWqI/AAAAAAAAOao/jCZyo6nBK9c/s400/record+vs+globo.jpg

Indícios de espionagem voltaram a assombrar os departamentos jornalístico e artístico de Globo e Record. O assunto volta à tona apenas um ano após o mais grave caso comprovado de furto de informações ocorrido na TV aberta.

No ano passado, a Globo descobriu um espião que passou informações sigilosas sobre cenário, figurino e área técnica à Record. Ele foi localizado e demitido, mas jamais identificado publicamente.

As suspeitas recrudesceram na Globo na última sexta, quando as pautas do “Globo Repórter” e do “Câmera Record” tiveram uma assombrosa coincidência de conteúdo. Os dois programas mostravam como as pessoas podem se manter e lucrar na crise. Houve trechos idênticos, apenas com a troca dos protagonistas. Imediatamente o fantasma da espionagem voltou à Globo.

Procurado, o diretor da CGCom, Luis Erlanger, disse ainda não ter informações sobre o fato, mas afirmou que “não é de hoje que sabemos que a Record tenta copiar a Globo de um jeito ou de outro. Felizmente, são péssimos e copiam muito mal.”

Procurada, a Record se defende e ataca: “A chamada do ‘Câmera Record’ informando o tema que seria abordado na semana foi colocada no ar dois dias antes da ação da concorrente. Portanto, se alguém poderia ter usado informação alheia, não foi a Record.”

A tese de que ela, Record, é que pode estar sob espionagem, também tem resposta (prévia) de Erlanger: “Há inúmeros exemplos de chamadas que tivemos de atrasar em dois ou três dias para que essa outra emissora não copiasse a gente. Eles sempre tentam pegar algo nosso para tentar mostrar que saíram antes, que se anteciparam. Mas sabemos que não é nada isso.”

Apesar da possibilidade estatística, ainda que remota, de coincidência, o caso “Globo Repórter – Câmera Record” apenas reforça suspeitas anteriores da Globo.

Em 2005, a Record chegou não apenas a antecipar pautas inteiras do “Fantástico”, como ainda ironizou a concorrente em chamadas: “Na Record você assiste primeiro”.

A Record, por sua vez, nega ter espiões em outras emissoras, dizendo-se capaz de produzir seu próprio material.


Anúncios

Uma resposta para “Espionagem volta a rondar Globo e Record

  1. Acredito certamente que existe espionagem e quando vi as chamadas quase identicas eu estranhei, mas agora tudo se esclarece, a Globo tem que ter muito cuidado se a Record não colocar o novo visual de seu JR antes parecido com o |JN| da Globo em comemoração de seus 40 anos..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s