Sbt Brasil não alavanca audiência do horário nobre do Sbt

Nesta década, o SBT tentou mudar sua imagem e se afastou de suas raízes populares. A emissora não renovou o contrato com a Televisa, cortou as exibições das novelas mexicanas, minimizou a importância dos comunicadores e diminuiu, drasticamente, os programas de auditório na programação. Silvio Santos voltou a apostar no jornalismo. Contratou duas grifes do telejornalismo brasileiro, Ana Paula Padrão (que já migrou para a concorrente Rede Record) e Carlos Nascimento, comandante do “SBT Brasil”, às 21 horas, e do “Jornal do SBT Noite” nas madrugadas.

A estratégia equivocada de se afastar da linguagem mais popular trouxe perda acentuada de audiência. Neste mesmo momento, a Record surgiu com uma boa proposta e forte poderio financeiro. O SBT perdeu a vice- liderança. Somente agora, a emissora de Silvio Santos ressuscitou o perfil popular que marca o canal. Christina Rocha e Ratinho alavancaram a combalida grade vespertina. Depois, “Eu, a Patroa e as Crianças” segura a “peteca” nos índices de audiência. Depois do “SBT Show”, aparece o “SBT Brasil”, de Carlos Nascimento.

O telejornal do horário nobre do SBT alcança baixa repercussão entre os telespectadores. O noticiário, normalmente, atinge médias entre 3 a 5 pontos. Em muitas ocasiões, chega a ficar na quarta colocação e fica atrás do interessante “RedeTVNews”, telejornal da RedeTV! que consegue passar mais notícias de todo o Brasil e não apenas do eixo Rio-São Paulo.

A grife Carlos Nascimento somente traz uma boa imagem para o telejornal. Desta forma, o “SBT Brasil” tem condições de conquistar mais anunciantes. Nascimento ainda é sinônimo de credibilidade, mesmo em um telejornal que não se destaca na TV brasileira. O noticiário não possui uma identidade que o distingue dos concorrentes. “Jornal Nacional” e “Jornal da Record” transmitem, anteriormente, as mesmas notícias de um modo semelhante. “SBT Brasil” apenas funciona para agurdar o final de “Caminho das Índias”.

Por isso mesmo, o telejornal entrega, atualmente, baixos índices para “Revelação”. O efeito cascata ocorre por baixo. O SBT deveria reavaliar a linha editorial. Apenas colocar um âncora experiente no comando da atração jornalística não funciona.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s